17º PRÊMIO DE TEATRO EM NOITE COMEMORATIVA DOS 20 ANOS DA APTR


    Enquanto Você Voava, Eu Criava Raizes. Cia Dos a Deux. Setembro/2022. Foto/Renato Mangolin.


Uma emotiva festa comemorativa dos 20 anos da APTR, em noite especial na Cidade das Artes, fez um merecido tributo a nomes históricos do Teatro Brasileiro, lançou campanha a favor do Retiro dos Artistas, em seus 105 anos, e revelou os premiados, em diversas categorias, da  temporada teatral 2022. Entre os 30 espetáculos concorrentes o recordista em prêmios foi Enquanto Você Voava, Eu Criava Raízes, seguido de Ficções e de Olhos da Pele.

Na caixa cênica, o significativo acompanhamento da Orquestra Sinfônica Chiquinha Gonzaga, idealizada e regida por Priscila Bonfim, integrada em todos os seus naipes por instrumentistas femininas. Além de uma simbólica homenagem a Marilia Pera, através da performance vocal/coreográfica de reconhecidas cantoras/atrizes do palco carioca de diversas gerações.

Havendo ainda que se destacar o proeminente caráter democrático na escolha dos premiados, favorecendo desde o tradicional ao periférico, dando, assim, uma visão ampla do Teatro Brasileiro de hoje, desde o que se faz no Complexo da Maré ao reflexo especular, sob esteios estéticos e financeiros,  da produção contemporânea.

Onde a comissão julgadora, composta por nomes ligados ao teatro carioca e à cultura brasileira, foi integrada por Beatriz Radunsky, Carmen Luz, Daniel Schenker, Lionel Fischer, Macksen Luis, Tania Brandão e Wagner Corrêa, e completada, ainda, pelo valioso sustento do colegiado da APTR.

Tendo à frente o potencial empenho do idealizador do Prêmio - Eduardo Barata, o Presidente da Associação dos Produtores de Teatro - sempre em sua incansável luta pelas causas artísticas mais nobres. Responsável também pela envolvente direção concepcional da festa e a quem o Teatro, a Cultura e o Brasil agradecem.

Veja a seguir a lista dos premiados nas quinze categorias:


Ficções. Rodrigo Portella/Direção e Dramaturgia. Em cena, Vera Holtz e Federico Puppi. Outubro/2022. Foto/Alê Catan.


Espetáculo

Enquanto você voava, eu criava raízes

 

Direção

Renata Tavares – Nem Todo Filho Vinga

 

Autor

Flávio Marinho – O Arco Iris é Aqui

Nadja Naíra/Márcio Abreu - Sem Palavras

 

Ator em papel protagonista

Thelmo Fernandes — Dignidade

 

Atriz em papel protagonista

Deborah Evelyn — 'Três mulheres altas'

Vera Holtz — 'Ficções

 

Ator Em Papel Coadjuvante

Ernani Moraes — 'Órfãos'

 

Atriz em papel coadjuvante

Lilian Valeska — 'Marrom - O Musical'

 

Jovem talento

Lucas Popeta — 'Olhos da Pele'

 

Direção de movimento

Regina Miranda — 'Olhos da Pele'

 

Música

Federico Puppi — 'Ficções' e 'Enquanto você voava, eu criava raizes'

 

Iluminação

Cesar de Ramires — 'Morte e Vida Severina'

 

Figurino

Wanderley Gomes — 'Vozes Negras'

 

Cenografia

Artur Luanda Ribeiro e André Curti — 'Enquanto você voava, eu criava raizes'


Olhos da Pele. Regina Miranda/Direção Concepcional. Novembro/2022. Foto/Carol Pires.

Nenhum comentário:

Recente

DESERTO: DRAMATÚRGICA E IMAGÉTICA CONEXÃO DA VIDA E DA OBRA DE ROBERTO BOLAÑO

Deserto. Luiz Felipe Reis/Dramaturgia/Direção Concepcional. Maio/2024. Fotos/Renato Mangolin. No seu meio século de trajetória existencial (...