CÁSSIA ELLER :UM MUSICAL ROCKER, QUASE NA VEIA

FOTOS/MARCOS HERMES

Mais um musical que dá continuidade à linha estética voltada para a trajetória artístico/existencial de ídolos da MPB e do rock nacional. Desta vez , Cássia Eller - O Musical , com texto de Patrícia Andrade, e concepção /direção conjunta de João Fonseca/ Vinicius Arneiro.

Assumindo uma linha minimalista , a montagem concentra todos os seus recursos inventivos no score musical onde conta com uma expressiva equipe comandada por dois músicos/instrumentistas – a percussionista Lan Lan e o baixista Fernando Nunes -radicalmente ligados ao rico universo rocker da cantora, com sua original incursão ao samba e à MPB em geral.

Se em outros musicais - com a mesma proposta de contar a vida de estrelas como Tim Maia, Cazuza e Ellis, entre tantos outros, funcionou a fórmula de fragmentar seus traços biográficos em consonância com seus cancioneiros, alternando-se a trama dramatúrgica com esta linhagem interpretativa e composicional, aqui também o ingrediente seria similar.

Mas, talvez pela rigidez narrativa sequencial da biografia retratada no texto teatral, quase como se fora uma reportagem jornalística, instala-se, aos poucos, um clima repetitivo onde já se sabe o que está por vir, numa quase crônica memorialística , do real ao ficcional ,entre a vida e a morte .

E aí como o despojamento cênico conduz imediatamente à concentração no texto verbalizado, faz falta uma dimensão dramática maior , especialmente pela limitada experiência como atriz da protagonista( Tacy de Campos), mesmo havendo uma equilibrada atuação de todo elenco com o valoroso apoio de uma banda de craques.

Na sua performance , os melhores momentos ficam com o lado mais tímido da cantora na intimidade do dia a dia, o que não disfarça certa insegurança na exposição cênica mais incisiva do temperamento marginal e transgressor da personalidade de Cássia, como sua exponencial marca criativa transposta aos palcos.

Felizmente, a identidade física , a similaridade vocal, o gestual aproximado e a qualidade como cantora e instrumentista da curitibana( em sua estreia profissional como atriz) ,criam uma imediata empatia com o público .

Que ,assim,direciona seu olhar armado na verdade com que ela incorpora o sedutor legado musical , como se estivesse assistindo não a uma peça teatral e sim a um dos enérgicos shows ao vivo da emblemática Cássia Eller.

                                                  Wagner Corrêa de Araújo


CÁSSIA ELLER-O MUSICAL está em cartaz no Teatro Bradesco/Village Mall/Barra,sexta e sábado, às 21h.;domingo,às 19h. 120 minutos. Até 30 de abril.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas