Pular para o conteúdo principal

Postagens

Recente

BIBI, UMA VIDA EM MUSICAL: TRAJETÓRIA ESTELAR SEM CREPÚSCULO

A estrela é mais que um ator encarnando personagens: ela se encarna nelas e elas se encarnam nela”. Conceitual do sociólogo e comunicador Edgar Morin que pode ser um referencial para a trajetória artística e existencial da atriz Bibi Ferreira.
Em suas nove décadas de palco onde apareceu, pela primeira vez, ainda como um bebê, ela é um símbolo da própria história do teatro brasileiro entre dois séculos, incursionando , sempre com brilho invulgar, na diversidade de gêneros e ofícios da representação cênica.
Capaz de ser  tragicômica, melodramática, romântica e brejeira, mas também de assumir papeis de ativismo político e pulsão social, trilhando, assim, alterativas mas sempre singulares passagens pelo universo historicista de nossa dramaturgia.
Entre o ser praticamente a pioneira/intérprete  de alguns ícones do  musical americano nos palcos nacionais, com suas inolvidáveis performances, exorbitando sua potencialidade de dotes múltiplos não só como atriz  mas de cantora e de bailarina, em…

Últimas postagens

SE MEU APARTAMENTO FALASSE: UM MUSICAL MAL ADOÇADO

6º PRÊMIO BOTEQUIM CULTURAL - SEGUNDO SEMESTRE 2017

TUBARÕES: INVENTÁRIO MEMORIAL EM PAISAGEM MARÍTIMA

RETROSPECTIVA TEATRAL 2017: A SALVAÇÃO PELA RESISTÊNCIA

RETROSPECTIVA COREOGRÁFICA 2017: QUANDO DANÇAR FOI MAIS QUE PRECISO

CURTO CIRCUITO NA TEMPORADA 2017 DE ÓPERA

O JULGAMENTO DE SÓCRATES: SIMPLICIDADE REFLEXIVA

O JORNAL-THE ROLLING STONE: CRIMINALIZANDO O AMOR ENTRE IGUAIS