TRIBUTO À DANÇA E À MODA NA ÚLTIMA CRIAÇÃO DE ANGELIN PRELJOCAJ

Nuit Romaine, coreografia de Angelin Preljocaj. Estreia mundial em 29 de abril, 2022. Fotos/Noemi Ottilia Szabo.

Concebido como um  tributo ao Dia Internacional da Dança, "Nuit Romaine" estreou exatamente nesta data comemorativa, no último dia 29 de abril. Trata-se de uma provocante obra coreográfica que une tradição e modernidade, através de um espetáculo que percorre os espaços renascentistas do Palazzo Farnese em Roma, num ideário que uniu a Maison Dior e o diretor/coreógrafo Angelin Preljocaj.

Que retoma sua parceria com o universo da moda, já presente em criações anteriores com Jean-Paul Gaultier, em Branca de Neve, além de Azzedine Alaia em três balés, o mais significativo sendo La Fresque, inspirado numa lenda milenar chinesa. E agora na sua mais recente concepção, a partir de uma sugestão da Maison Dior, com Nuit Romaine. 

Em trajetória mágica pelas ambiências artísticas de uma das mais belas obras arquitetônicas da Roma da Renascença fazendo interagir  em processo estético transformador, afrescos, pinturas e móveis numa fusão de duas épocas, por intermédio de bailarinos em figurinos Dior, mais registros plásticos do acervo Farnese, de nobres e clérigos papais que habitaram o Palazzo nos seus anos de glória aristocrática.


Nuit Romaine. Documentário fílmico da ultima criação coreográfica de Angelin Preljocaj. Em 29/04/2021.

Numa corporeidade que conecta uma gestualidade sensorial entre o clássico e o contemporâneo, através de temas musicais barrocos e românticos a acordes modernos de György Ligeti, em figurinos atemporais (Maria Grazia Giuri) incluindo elegantes elementos ancestrais sob túnicas e sedas ao uso de jeans e tênis.

Num narrativa metafórica conduzida por duas deusas mitológicas interpretadas por duas estelares bailarinas - Eleonora Abbagnato e Friedman Vogel, em criação especial do Balé do Teatro da Ópera de Roma, com direção geral e coreográfica de Angelin Preljocaj. Sendo mais uma vez registrada em processo fílmico que o coreógrafo acha fundamental para preservar o legado da dança contemporânea: 

"Para mim, é importante dar memória à dança. Muitas pessoas consideram a dança efêmera, mas a dança não é mais efêmera que a música. É realmente triste saber de todas essas peças que não existem mais porque não foram devidamente documentadas e desaparecem, principalmente quando seus coreógrafos não estão mais aqui". E completa - "Se  você não viu o trabalho e não o conhece, pode alterar o pensamento original e isto muda a percepção da história da dança".

Sensual e poético ao mesmo tempo, Noite Romana é um experimento singular não só pela fusão da moda à dança, como por ser um surpreendente encontro de linguagens artísticas. Assistam correndo enquanto está disponível nas plataformas digitais.

 

                                           Wagner Corrêa de Araújo



          https://www.facebook.com/groups/lesballetomanes/permalink/5527674440598382/

            Ou pelo You Tube - Dior Celebrates International Dance Day with "Nuit Romaine" 
             Link: https://www.youtube.com/watch?v=BxsHOaGkjzc
            

Nenhum comentário:

Recente

BALÉ DO TM/RJ-O LAGO DOS CISNES : NO DESAFIO DA DIFÍCIL JORNADA DE VOLTA À TRADIÇÃO CLÁSSICA

O Lago dos Cisnes/Balé do TMRJ. David Motta Soares e Cláudia Mota. Maio/2022. Fotos/Jorge Luis Castro-Revista Dança Brasil. Há mais de um sé...