Pular para o conteúdo principal

Postagens

Recente

FIM DE CASO : ENTRE O AMOR PASSIONAL E A CULPA CRISTÃ

Ao publicar seu romance Fim de Caso, em 1951, o escritor inglês Graham Greene completava seu quarteto ficcional inspirado por suas convictas crenças católico - romanas e, a partir daí, tomado pelo surto de um inesperado ceticismo religioso, inicia sua celebrada serie novelesca de suspense com substrato político.
Com traços estilísticos e literários que o aproximavam do drama romântico, característico da fase anterior de seus escritos, este específico enredo partiu de experiência pessoal do autor num tórrido caso de traição matrimonial com a mulher de um amigo, vizinho e colega de trabalho.
Cujos reflexos, como uma “paixão proibida” à luz dos princípios morais e cristãos, marcariam indelevelmente a trajetória existencial dos três personagens, com um perceptível traço especular de Graham como o alterego de Maurice, também escritor, e no confronto do catolicismo dúbio de Sarah.
Que, indo além da mera envolvência de um triângulo amoroso, potencializa-se no questionamento personalista de um…

Últimas postagens

ESCOLA DO ROCK – O MUSICAL : LÚDICA INCITAÇÃO À REBELDIA

SÃO PAULO COMPANHIA DE DANÇA : RESISTÊNCIA E INVENTIVIDADE

KATAKLÒ DANCE THEATRE / EUREKA : FISICALIDADE ACROBÁTICA SEM AVANÇOS COREOGRÁFICOS

ORPHÉE : UMA ÓPERA SOB EFEITOS CINÉTICOS E SIGNOS ESPECULARES

FREUD E MAHLER : CIÚME PASSIONAL, MÚSICA E PSICANÁLISE

IAGO : O SÓRDIDO JOGO DAS MANIPULAÇÕES DO PODER

3 MANEIRAS DE TOCAR NO ASSUNTO : EU SOU ASSIM - E DAI?

VAN GOGH POR GAUGUIN : ENTRE O RELATO ONÍRICO E A VERDADE ARTÍSTICA

A COR PÚRPURA : UM MUSICAL PELO EMPODERAMENTO DA MULHER NEGRA